BLOG

Home > Woopie na Estrada > Atacama – Aventura Deserto Andino

Atacama – Aventura Deserto Andino

Nenhum comentário

Deserto do Atacama, localizado no Norte do Chile, no altiplano andino, está o deserto mais alto e mais seco do mundo, um dos lugares mais espetaculares e fascinantes do mundo. O Atacama é riquíssimo em cultura, história e paisagens de tirar o fôlego, com vulcões, dunas imensas, lagoas com tons azulados, formações rochosas únicas, geisêres e cores e texturas que nem parecem reais.

Me chamo Anna Carolina, sou geógrafa, amante da natureza e uma entusiasta de viagens na América do Sul. As paisagens do Atacama sempre povoaram meus pensamentos e, nesse ano, finalmente tive a oportunidade de realizar um sonho antigo que era conhecer essa região.

Estive no Deserto do Atacama em julho, temporada de inverno no Chile, e as áreas de maior altitude por ali estavam cobertas de neve, o que conferiu ao lugar uma paisagem ainda mais espetacular. Saí do Brasil já sabendo os passeios que queria fazer e consegui um bom desconto fechando todos eles com a mesma agência (Tani Tani Traveller). Todos os preços e detalhes dos passeios estão no site.

Agora vou contar um pouquinho da minha aventura para vocês. Preparados? Então vamos lá Woopies!

Como chegar ao Atacama?

Viajando do Brasil, a melhor maneira de se chegar ao Chile é pegando um voo até Santiago e, de lá, um voo até Calama. Em Calama, você pode pegar um ônibus ou contratar um serviço de transfer (que foi o que eu fiz) até San Pedro do Atacama. De Calama até San Pedro são aproximadamente 100 km. O valor do transfer foi 12 mil pesos (aproximadamente R$70) e você pode contratar o serviço no próprio aeroporto.

Primeiro Dia: Valle de la Luna e Tour Astronômico

Na manhã do meu primeiro dia em San Pedro do Atacama percorri as ruas do centrinho e fechei já todos os passeios para os cinco dias que ficaria lá. À tarde já fiz o meu primeiro passeio, que foi o Valle de la Luna e, à noite, fiz um tour astronômico. Você não leu errado: é AStronômico e não GAStronômico.

Atacama

O Valle de la Luna, localizado na Cordillera de la Sal, se encontra a 16 km de San Pedro. Lá você verá dunas de areias, formações de sal, cânions, cavernas e várias formações rochosas diferentes. O ponto alto do passeio é, sem dúvida, o pôr do sol visto da Pedra do Coyote (foto abaixo) e o espetáculo de cores que ele proporciona. O passeio, que ocorre todos os dias, teve início às 15:30h e, por volta das 19h, o transfer da empresa já nos deixara de volta a San Pedro.

À noite fiz um dos passeios que mais gostei: o tour astronômico. O Atacama é considerado um dos melhores lugares do planeta para se observar o céu. E que céu! Nem é preciso de telescópios para se impressionar com toda a sua beleza, mesmo a olho nu pode-se observar uma quantidade absurda de estrelas.

Atacama

As saídas para o tour astronômico são diárias, mas não ocorrem durante noites de lua cheia ou de céu nublado. Durante o tour podemos observar estrelas, constelações e galáxias (a utilização de um laser verde pelo guia, que vai desenhando no céu, dá um help nessa hora! Além, é claro, do uso de telescópios), enquanto o guia nos dá uma aula sobre astronomia e nos mostra as constelações incas. O passeio termina em um clima super agradável, em volta de uma fogueira, onde é servido um pequeno lanche com aperitivos, chocolate quente e vinho.

Segundo dia: Valle del Arco Iris e Lagunas Escondidas

Durante a manhã do meu segundo dia no Atacama fui para o Valle del Arco Iris, localizado a aproximadamente 3200 m de altitude, um passeio ainda um pouco subestimado no deserto, mas que vale super a pena! O lugar impressiona pela diversidade de cores das rochas, devido a presença de diferentes tipos de minerais.

Atacama

Essas rochas têm origem vulcânicas e possuem diferentes tonalidades. As rochas verdes são ricas em óxido de ferro, as de tom avermelhado ricas em argila, as rochas amarelas possuem um alto teor de enxofre, enquanto que as brancas são ricas em diversos sais. Durante o passeio foi servido um café da manhã com pães, bolos, ovos, frutas, queijos, leite, achocolatado, café e chá, tudo isso oferecido pela própria agência.

Depois do Valle del Arco Iris fomos até os Petroglifos de Yernas Buenas. Os petroglifos são inscrições nas rochas feitas pelos incas que cruzaram a região. Mas como estava me sentindo muito mal (estava sofrendo do mal de altitude), nem saí da van nessa parte do passeio.

À tarde visitei as Lagunas Escondidas de Baltinache e, sem dúvidas, foi amor à primeira vista!

Que lugar maravilhoso! As Lagunas Escondidas são um complexo de lagoas com grande concentração de sal. Tanto sal faz com que a coloração das lagoas se torne bastante intensa, além de não permitir que nosso corpo afunde ao entrar nas lagoas.

Atacama

É possível tomar banho em duas dessas lagoas (então, mesmo no inverno, não se esqueçam de colocar na mala biquíni, maiô, sunga, shorts e uma toalha!) mas como estava bastante frio e a água extremamente gelada não tive coragem de entrar. Um daqueles arrependimentos que a gente leva para a vida, sabe? No final do passeio, um por do sol lindo e um brinde com pisco sour e alguns aperitivos (fornecidos pela agência).

Terceiro dia: Gêiseres del Tatio e Termas de Puritama

Às cinco horas da manhã entrei na van em direção a uma das principais atrações turísticas do Atacama. Situado a 4.300 m de altitude, os Gêiseres del Tatio são o campo geotérmico mais alto do mundo. Então eu, como uma boa geógrafa que sou, estava louca para conhecer esse lugar!

AtacamaAtacama

Os gêiseres produzem a maior quantidade de fumarolas (jatos de água e vapor que chegam a 85 ºC e a 10m de altura) nas primeiras horas da manhã – por isso é necessário chegar no local bem cedo! E atenção! Não subestime o frio, mesmo no verão! Vá preparado para enfrentar temperaturas extremamente baixas, não importa a estação do ano! Como fui no inverno, nas primeiras horas da manhã a temperatura estava registrando 15 graus negativos!

Independentemente da época do ano, lá também tem piscinas naturais de água quente, onde é possível se banhar, por isso leve também roupa de banho, mesmo no inverno (;

Durante o passeio foi servido um café da manhã com bastante variedade. No retorno para San Pedro, paramos em Machuca, um pequeno povoado onde é possível provar um churrasquinho típico da região, feito com carne de lhama.

Terma Puritama

À tarde, fui para as Termas de Puritama, um conjunto de oito poços de águas termais, bem no meio do deserto. Um verdadeiro oásis. Para se chegar às termas, a maior parte do percurso é feita com o carro da agência, mas há um trecho, uma descida bem íngreme, que é necessário percorrer a pé. O problema de descer é que na volta, a descida vira subida e como a altitude do local é de 3500 m, a volta fica bastante cansativa. Mas é só subir devagar e respirando bem que dá para aguentar.

Confesso que fui com uma expectativa bastante alta em relação a esse lugar, e saí de lá um pouco frustrada. É um lugar bonito, as águas são bem quentinhas (em torno de 35ºC) é legal para relaxar, mas, sinceramente, não considero um passeio imperdível. Como fui à tarde (esse passeio pode ser feito pela manhã ou à tarde) e era inverno, estava bastante frio, então escolhi um dos primeiros poços (que são mais quentes) e fiquei somente nele. Não tive coragem de conhecer os outros, pois sair da água quentinha e enfrentar o frio para se deslocar até outro poço era praticamente uma tortura!

No final do dia estava bastante cansada, afinal de contas acordei bem cedo para visitar os Gêiseres e logo depois fui para as Termas, mas esse cansaço vale muito a pena, não acham?

Quarto dia: Salar de Tara

Sabe aquelas paisagens de tirar o fôlego e que nem parecem reais? Então, o Salar de Tara é uma delas. Toda vez que penso nele meu coração se enche de alegria e de saudade. O Salar de Tara, situado a 4800 m de altitude é um dos lugares mais distantes (está a uma distância de 140 km de San Pedro) e preservados do Atacama.

Salar do Tara – Atacama

Salar do Tara – Atacama

 

Com formações rochosas diferentes, vulcões, lagoas com flamingos e ar de local inóspito, é, sem dúvidas, um dos lugares mais lindos de todo o Atacama.

Nem todas as agências fazem passeios para lá, pois por ser um local muito inóspito e distante, é necessário que o guia seja de fato um grande conhecedor da região. O passeio dura o dia todo e é oferecido pela agência um café da manhã e um almoço.

Quinto dia: Piedras Rojas e Salar de Atacama

Esse também é um passeio de um dia todo e é oferecido pela agência café da manhã e almoço. A visita a Piedras Rojas geralmente é combinada com as Lagunas Altiplânicas, mas como elas estavam fechadas por causa da grande quantidade de neve que havia na região, fui somente a Piedras Rojas e na Laguna Chaxa, no Salar de Atacama.

 

No caminho até Piedras Rojas paramos no Trópico de Capricórnio (meu coração de geógrafa ficou super feliz!), onde há uma marcação no ponto exato onde o trópico cruza com a Trilha dos Incas (que, segundo o meu guia, é uma antiga trilha que vai até Machu Picchu).

Piedras Rojas recebe esse nome devido à coloração avermelhada das rochas, que são de origem vulcânica. Ao lado dessas rochas avermelhadas, há uma enorme lagoa salgada que no verão tem uma cor inacreditável, mas como fui no inverno, a lagoa estava completamente congelada. O lugar impressiona pela imensidão e beleza. É um daqueles lugares que nem parecem reais.

Atacama

Saindo de Piedras Rojas, seguimos para a Laguna Chaxa, situada a 2300 m de altitude e habitat de muitos flamingos. O Salar de Atacama é um grande lago salgado que secou, deixando uma extensa superfície de sal. Não é permitida a circulação de veículos no lugar e há um percurso demarcado para explorar de forma parcial a área.

E foi com um por do sol maravilhoso na Laguna Chaxa que me despedi do Atacama, lugar que me fascinou como nenhum outro. Lá vivi experiências maravilhosas, conheci lugares de uma beleza indescritível, conheci pessoas incríveis e aprendi muito sobre a história e cultura dos povos tradicionais de lá.

Uma viagem que vou levar no meu coração para sempre.

Em que época ir ao Atacama?

Você pode visitar o Atacama durante o ano inteiro. Mas esteja ciente que durante qualquer mês do ano você irá experimentar temperaturas muito altas e muito baixas. Isso graças a grande amplitude térmica que é uma das características dos desertos. Atente para os fatos de que nos meses entre dezembro e março podem ocorrer chuvas (sim! chuvas no deserto!) na região.

É seguro ir sozinho?

Sim! O Atacama é um lugar muito seguro para viajantes solo. Viajei sozinha para lá e em nenhum momento me senti insegura. Há muitos viajantes solo, como há também muitos viajantes com famílias, muitos casais e grupos de amigos. O Atacama é um destino bastante democrático.

O que mais fazer?

Há uma diversidade muito grande de passeios que podem ser feitos no Atacama. Os quatro passeios clássicos no Atacama são: Valle de la Luna e Valle de la Muerte, Geyseres del Tatio, Lagunas Altiplânicas e Laguna Cejar. Se você tem poucos dias no Atacama, acredito que esses passeios são imprescindíveis.

Mas, se você tiver mais tempo, há outros passeios espetaculares. Recomendo muito o passeio ao Salar de Tara. Um dos locais mais incríveis do Atacama, e uma visita à Piedras Rojas.

Para os mais aventureiros, há diversas agências que organizam subidas até a alguns vulcões. Há também agências que fazem passeio de balão na região. Você também pode alugar uma bike no centrinho de San Pedro e conhecer algumas atrações por conta própria. Valle de la Luna e a Pukara de Quitor por exemplo.

Deixe para fazer os passeios de maior altitude (Gêiseres del Tatio, Lagunas Altiplânicas, Salar de Tara e Piedras Rojas) a partir do terceiro dia. Assim você terá tempo para que seu organismo se acostume com altitudes mais elevadas.

Como tive cinco dias completos na cidade, escolhi fazer alguns passeios. Valle de la Luna, Tour Astronômico (o céu do Atacama é indescritível), Valle del Arco Iris, Lagunas Escondidas, Gêiseres del Tatio, Termas de Puritama, Salar de Tara e Piedras Rojas + Salar de Atacama.

Sobre o Autor:
Administrador Site

COMENTÁRIOS:

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Nome:
Email:

*

Mensagem:

NEWSLETTERCADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSAS NOVIDADES.